"Enquanto não conseguirmos suprimir qualquer uma das causas do desespero humano, não teremos o direito de tentar a supressão dos meios pelos quais o homem tenta se livrar do desespero."
Antonin Artaud

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Comentário


Queria apenas deixar registrado, já que as palavras se foram descendo e descendo via blog - empurradas pelas ultimas 3 postagens (extensas e não autorais) - pois me são bastante caras as duas postagens intituladas "Furtar ao tempo o instante" e "A minha voz, só de soslaio aparece", que se seguem após estas que estão adornando esta página que os senhores lêem neste instante.
A primeira, nasceu de uma indicação que recebi do amigo De Morais, sobre Skylab, junto com minha reação à noite natalina cinza e a leitura do texto do amigo/mestre Lourival Holanda, que recaia sobre um viés trazido pelo tema natalino (ainda cinza); a segunda é apenas a continuação, clareando minhas idéias...
Não posso deixar de comentar a importância da notícia que colei entre estas duas postagem as quais acabo de me referir e a da "Tropicália" (que é longa e muito boa), que diz que Radiohead estará em estúdio em janeiro para gravar um novo álbum: isso me deixou sentindo bons fluxos internamente. Que maravilha!
Só pra constar, A guerra do fogo e Olhos de Serpente são filmes que ainda não assisti, apesar de tê-los na manga para assistí-los de hoje pra amanhã ou depois, ansioso.

PS.: passarei o ano novo num clima parecido com o natal, como referido nos posts... meio pagão, meio chato, meio hermético, porém tranquilo...
um abraço grande amigos,
amo vocês (os amados bem o sabem).


marcus de barros.




foto: www.met-art.com

Nenhum comentário: