"Enquanto não conseguirmos suprimir qualquer uma das causas do desespero humano, não teremos o direito de tentar a supressão dos meios pelos quais o homem tenta se livrar do desespero."
Antonin Artaud

quarta-feira, 4 de julho de 2007

COGUS

Olha só o que nasceu na porta da minha casa. Que beleza!

3 comentários:

Victor disse...

Go to the Moon!!!

rodrigo disse...

é uma obra fascinante que brota... Mas eu não consigo deixar de me sentir arrepiado só
em olhar e acabo achando feio ao extremo!

Marcus disse...

feio? feio? definitivamente o conceito de beleza é um conceito plural e diverso. eu acho tão belo que se pudesse faria uma cama deles para deitar-me sobre, uma sopa para tomá-la a noite, me aquecendo e um chapéu para me proteger do sol e dos deuses malfeitores que nos jogam coisas lá de cima. feio...